A ESTRUTURAÇÃO DE NEGÓCIOS

Estruturação é um conjunto de ações e estratégias profissionais que formam a base e os fundamentos de seu negócio, com objetivo de harmonizar pessoas, recursos, processos e resultados.

Os negócios estruturados têm mais chances de sucesso, de crescimento, de administrar seus riscos de forma eficiente, possuem mais resistência e flexibilidade nas eventuais perdas, contingências e flutuações do mercado, zelam pela segurança e perpetuação de suas atividades.

Negócios familiares, ou não, sempre enfrentarão a necessidade de se adaptar às novas exigências do mercado, concorrência desleal, competividade, luta pelo crescimento, às políticas governamentais e ao domínio de segmentos. Contudo, sem um planejamento estratégico envolvendo sua estruturação, os riscos são enormes, e ao longo do tempo, conforme demonstrado em pesquisas divulgadas historicamente pelo IBGE, 60% das empresas, após cinco anos, encerram suas atividades e poucas sobrevivem à segunda geração.

Entre os principais recursos a serem estruturados estão as pessoas. Harmonizá-las não é uma tarefa fácil, entretanto, é necessário que cada membro da equipe tenha papéis bem definidos de acordo com suas especialidades ou características, em sintonia com o planejamento estratégico geral. É um desafio constante estimular as pessoas e os familiares envolvidos nas operações a se sentirem motivados para gerar o resultado esperado, isso também deve ser planejado e estruturado. Comece a pensar nos valores, metas, objetivos e cultura da sua empresa, sempre há tempo para corrigir o percurso.

A estruturação dos negócios também alcança diversas áreas, como por exemplo, a sucessão, proteção patrimonial, redução de custos tributários, preparação de projeções orçamentárias, gestão profissionalizada, crescimento e expansão, com objetivo de reduzir custos, perdas e problemas com os produtos e serviços. Também é necessário aumentar a satisfação e dedicação funcional, além de gerar lucros com baixo risco.

 É essencial a representatividade política em nosso país, onde a participação individual é expressa através de governantes, associações, sindicatos, partidos e outros órgãos da sociedade. Ainda que uma empresa não esteja associada ou filiada a um sindicato, ela está sendo representada, contudo, com risco de não ter direito a receber os benefícios conquistados pelo Sindicato ou representação. Também quanto maior o número de sindicalizados ou associados, maior a influência, rele- vância e importância perante órgãos governamentais e grandes grupos privados. Todos nós desempenhamos um papel político na sociedade de forma ativa ou passiva, assim, associar-se a um sindicato ou associação representante das atividades e negócios realizados é parte de uma estruturação política empresarial onde se busca fortalecimento dos negócios e sua perpetuidade.

 Alguém poderia questionar: “Vou me associar aos meus concorrentes?” Estando ou não associado, os concorrentes sempre existirão, mas na busca de interesses comuns, de segurança, proteções e benefícios, agir em grupo é muito mais eficiente e lucrativo.

 Talvez o assunto de estruturação lhe pareça complexo, mas para início, basta que identifique quais são as necessidades de estruturação de seus negócios e que procure apoio e orientação na APELMAT/SELEMAT ou de profissionais especializados.

Jefferson Lázaro, especialista em direito societário e tributário da Lázaro Advogados e Assessor Jurídico da APELMAT/ SELEMAT

Mais da Apelmat
VEM AÍ... SOTREQ EXPO 2019
VEM AÍ... SOTREQ EXPO 2019

Caro Associado,  A  SOTREQ disponibilizará um ônibus para levar os associados...

EVENTO AUTOMEC JCB
EVENTO AUTOMEC JCB

EMPRESA INTERESSADA EM ADQUIRIR RETRO 4 X 4.
EMPRESA INTERESSADA EM ADQUIRIR RETRO 4 X 4.

A EMPRESA CONSTRULOCMAC, TEM INTERESSE EM COMPRAR 1 RETRO 4 X 4 CATERPILLAR CABINADA. CONTATO: SR....