Estudo projeta 40% de crescimento na comercialização de máquinas de movimentação de terra em 2018

Levantamento foi feito pela Sobratema sobre o mercado de equipamentos para construção

Jessica Marques

As projeções para 2019 são otimistas, mas o início de recuperação no mercado de equipamentos para construção já começa neste ano de 2018.

O Estudo Sobratema do Mercado Brasileiro de Equipamentos para Construção mostra que as vendas de equipamentos da linha amarela – movimentação de terra – devem crescer 40% em 2018 ante 2017, totalizando 11,6 mil unidades comercializadas neste ano contra 8,3 mil unidades no ano anterior.

O levantamento foi apresentado no evento estratégico Tendências no Mercado da Construção, realizado no dia 8 de novembro, em São Paulo. Representantes da Apelmat estiveram presentes na ocasião, em que a Sobratema comemorou 30 anos.

Segundo o estudo, as vendas de retroescavadeiras devem ter uma expansão de 51% em 2018, chegando a 3,15 mil unidades comercializadas.

A estimativa é que as pás carregadeiras tenham uma alta de 42% nas vendas bem como as escavadeiras hidráulicas alcancem um percentual de crescimento de 30%, conforme informado pela Sobratema, em nota.

O Estudo Sobratema também estima as vendas de caminhões rodoviários utilizados na construção, cuja previsão é de alta de 40% neste ano.

Na categoria “demais equipamentos”, que contempla guindastes, compressores portáteis, manipuladores telescópicos, plataformas aéreas, tratores de pneus pesados, e gruas torre, a expectativa é que o aumento chegue a 25% neste ano. As plataformas aéreas devem obter a maior elevação com 43%.

Somando todas as categorias – linha amarela, demais equipamentos e caminhões rodoviários –, as vendas totais de máquinas para construção devem crescer 38% em 2018 em comparação a 2017. No total, serão 17,8 mil unidades comercializadas neste ano contra 12,9 mil unidades no ano anterior.

Esse aumento nas vendas de equipamentos foi ocasionado pela melhoria geral do mercado, pela promoção de um número maior de licitações públicas e concessões e pela estabilidade de outros segmentos nos quais são vendidas máquinas utilizadas pelo setor de construção.

"O Estudo de Mercado ainda fornece informações relacionados aos equipamentos da área de concreto – autobombas, bombas estacionárias, centrais de concreto e caminhão betoneira –, cuja estimativa é igualar as vendas em relação ao ano anterior", informou a Sobratema, em nota.

Ano de 2019

A Sobratema informou que realizou uma alteração na metodologia para projeção da comercialização de equipamentos para construção no próximo ano.

Desta forma, foi divulgada uma tendência do que pode ocorrer no segmento, conforme as expectativas do mercado, a retomada dos investimentos em obras de infraestrutura e as medidas a serem tomadas pelo próximo governo.

"Isso significa que as vendas de máquinas podem sofrer uma variação de 3% (crescimento ou diminuição) em 2019 ante os resultados obtidos neste ano. No entanto, na avaliação da associação, o viés para o próximo ano será de alta", projetou a Sobratema.

Mais da Apelmat
Palestra:
Palestra: "Saúde dentro das empresas"

A Palestra abordará os principais obstáculos como drogas, alcoolismo e outros Indicação:...

Palestra:
Palestra: "Sinistros e Seguros de Máquinas"

Indicação: Sr. Marcelo da Silva - Livre Corretora Palestrante: Matin F. de Molla - Gerente...

Palestra:
Palestra: "Gestão de Manutenção de Custo e Propriedade"

Indicação: Eng. Alvaro Antunes - FLEETCOM Palestrante: Sr. Alcides Guimarães DATA:...