cosplay wigsclip in hair extensionsclip in hair extensions cheaphuman hair extensionsReal hair wigsHuman Hair Wigs for white women
Mercado e Manutenção - APELMAT - Associação Paulista dos Empreiteiros e Locadores de Máquinas de Terraplenagem e Ar Comprimido

A MAN Latin America apresentou o VW Constellation 26.280 automático Constructor Betoneira. O modelo, antes equipado apenas com caixa manual, chega com transmissão automática Allison 3500 de seis marchas como opcional.

 

A novidade segue o conceito sob medida para atender às mais diversas demandas e aplicações e já está em atividade na frota da empresa Concreserv, primeira a encomendar o veículo nessa configuração. A unidade faz parte de lote de 42 caminhões VW 26.280 recentemente adquiridos.

Primavera Equipamentos, de Mundo Novo, aumentou a produtividade em 50% com a aquisição da sua primeira H940C. Força de escavação e conforto operacional contribuíram para o resultado

Tradicional construtora de Mundo Novo (MS), a Primavera Equipamentos realiza obras de preparação de terrenos na cidade há quase 30 anos, além de executar – pontualmente – a construção de tanques para piscicultura. Nos dois casos, a empresa precisa de uma frota versátil, incluindo retroescavadeiras. Depois de um longo período com a marca concorrente, a Primavera adotou a H940C, da BMC-Hyundai, máquina comprada em julho desse ano e que soma cerca de 460 horas de uso. Apesar de curta, a experiência já provou ser um sucesso, segundo Sílvio Westmaier, gerente da construtora sul-mato-grossense.

Primeira edição da Expo Negócios Apelmat reúne empresas e profissionais da área que buscam atualização sobre as novas tecnologias no mercado e informações para a tomada de decisões de investimentos

Promovida pela Associação Paulista dos Empreiteiros e Locadores de Máquinas de Terraplenagem, Ar Comprimido, Hidráulico e Equipamentos de Construção Civil (Apelmat), a primeira edição da Expo Negócios Apelmat reuniu representantes de 30 empresas e foi marcada pela apresentação de novas tecnologias e conteúdo relevante para os associados. O evento, que aconteceu ontem, das 13h às 22h, na sede da Apelmat, contou com palestras da Romanelli, da Sotreq e do Grupo Wirtgen, além do Ciclo Saúde, uma iniciativa voltada à saúde e à qualidade de vida.

“Estamos honrados de fazer parte desse passo pioneiro na sede da Apelmat“, disse Ilson Romanelli, diretor da Romanelli. O executivo deu uma verdadeira aula sobre as inovações e a tecnologia dos equipamentos e processos da companhia, e enfocou, principalmente, as necessidades que seus espargidores de asfalto atendem.

Uma das mais tradicionais marcas de máquinas de construção, a Case Construction Equipment é exemplo de como as mídias sociais funcionam positivamente também na comunicação dos fabricantes de bens de capital. A marca, no Brasil há mais de 90 anos, utiliza o Facebook para ampliar e agilizar seu relacionamento e comemora a conquista dos 150 mil fãs na rede.

O número é expressivo no segmento. “Uma das mais fortes características da Case é o relacionamento e a proximidade com o cliente. Investimos no Facebook desde 2014 e, agora, no Twitter, porque são canais rápidos e práticos para interação com clientes, concessionários e a comunidade”, informa Yulli Becker, brand communication da companhia para a América Latina.

Congresso Nacional de Valorização do Rental teve ainda mais três palestras: “Proposta de Alteração da Lei de Duplicatas”, “Liderança: Como Enfrentar a Tempestade”, e “A Crise sem Economês: Desafios e Oportunidades”

O mercado mineiro de locação de equipamentos obteve um faturamento de R$ 3,2 bilhões no ano passado, o que representa um crescimento de 18,5%  em relação ao ano anterior, quando foi de R$ 2,7 bilhões. O setor emprega atualmente 27 mil pessoas. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (16), no Congresso Nacional de Valorização de Rental, promovido pela Associação Brasileira dos Sindicatos, Associações e Representantes dos Locadores de Equipamentos, Máquinas e Ferramentas (Analoc), durante o Construction Summit.

Com a demanda por caminhões seminovos, a Auto Sueco São Paulo, concessionária exclusiva de ônibus e caminhões Volvo, obteve resultados substancialmente positivos na comercialização desses veículos em 2015. A concessionária contabilizou mais de 350 unidades usadas que foram vendidas até novembro pelo Programa Viking, uma iniciativa criada há 17 anos pela marca e que já viabilizou mais de 12 mil vendas.

Além da procura pela marca, especialmente entregue com garantia de fábrica, sendo este fator um diferencial no mercado de caminhões seminovos, a concessionária promoveu diversas ações, como opções de pagamentos que facilitaram a obtenção dos Volvo e outras marcas.

Esta é uma das ações de pós-venda para comemorar as 30 mil unidades de retroescavadeiras 580 comercializadas no Brasil

Todo cliente que adquirir um Plano de Manutenção Preventiva de Retroescavadeira da Case Construction Equipment, no período de 1º de junho de 2016 a 31 de março de 2017, concorrerá a 10 vales-compra no valor de R$ 3 mil reais cada, que poderão ser utilizados em até 180 dias após a entrega do prêmio.

A campanha recém-lançada une dois objetivos da marca, informa o coordenador de serviço Relton Henrique Cesar: alertar para a importância da manutenção preventiva na produtividade do equipamento e comemorar as 30 mil unidades de retroescavadeiras já comercializadas no Brasil desde 1968. O número é um recorde, já que nenhuma outra máquina de construção chegou a esse volume.

Dados levantados pela empresa Ultra Clean Brasil apontam que cerca de 80% das falhas de circuitos hidráulicos de veículos pesados utilizados pelo setor da construção estão associadas à contaminação interna de tubos e mangueiras por pó, partículas sólidas e outras impurezas.

De acordo com a empresa, o quadro pode ser evitado com uma eficaz limpeza dessas tubulações pelos fabricantes e concessionários de tratores, caminhões, guindastes, retroescavadeiras, entre outros veículos pesados.

Equipes de especialistas em processamento mineral e de automação agora formam um único time. Integração traz combinação exclusiva e todo know how para propor soluções de alto valor aos clientes

A nova área da Metso, chamada de PRO, sigla para Process Optimization ou otimização de processos em português, reúne – de forma integrada – especialistas em automação e em processamento mineral. A iniciativa faz parte da reestruturação da empresa em nível mundial.

A Atlas Copco adquiriu os ativos operacionais da Air Supply Systems Inc., que distribui e presta serviços para compressores e acessórios. O distribuidor de compressores fica em Franklin, próximo a Milwaukee, em  Wisconsin (EUA). Seis funcionários estão se juntando a Atlas Copco.

A empresa, que era de propriedade privada, vende, instala e presta serviços em compressores Atlas Copco, principalmente no sudeste do Wisconsin. "Temos um relacionamento estabelecido com esta organização de elevada qualidade, e esta aquisição irá reforçar ainda mais as nossas relações com nossos clientes", disse Nico Delvaux, presidente da Atlas Copco Compressor Technique.

 

Fonte: Assessoria de imprensa

A Metso está lançando uma nova geração de upgrades que visam aumentar a produtividade de antigos modelos de britadores, ao mesmo tempo em que reduzem seus custos de manutenção e permitem práticas aprimoradas de segurança. As novas atualizações estão disponíveis para os britadores cônicos Symons e Nordberg, além dos britadores giratórios Superior. Segundo a empresa, os upgrades são fornecidos em pacotes fáceis de instalar: cada kit inclui instruções claras de instalação que, alternativamente, podem ser supervisionados ou instalados pelas equipes de serviço de campo da Metso.

Acompanhando o desenvolvimento tecnológico, aliando agilidade, mobilidade, modernidade e um atendimento integrado com os seus clientes, o Grupo Tracbel lança um aplicativo próprio voltado para o público que possui equipamentos revendidos pela empresa, o Connect Tracbel.

“O Connect Tracbel é um aplicativo exclusivo para os clientes que possuem nossos equipamentos, englobando todos os modelos e marcas que representamos. O objetivo do nosso aplicativo é evitar que a máquina dos clientes fique parada, o principal problema para quem trabalha com produtividade”, explica Luis Otávio de Lima, diretor de pós-vendas do Grupo Tracbel.

Empresa apostou na criação de um novo departamento voltado exclusivamente à comercialização de máquinas usadas. Objetivo é atender pequenas e médias empresas do setor de construção

A instabilidade econômica do Brasil, aliada à escassez de crédito no mercado, têm aumentado a procura por equipamentos seminovos e usados, especialmente entre clientes de pequeno porte. De olho em atender essa nova demanda, a BMC-Hyundai criou um departamento exclusivo de vendas de máquinas seminovas e conseguiu dobrar o seu faturamento na área.

Andrea Zomignani, responsável pela nova estrutura, conta que a ideia surgiu em meados de 2015. “Vimos nesse nicho de mercado uma oportunidade única. Além de viabilizar a venda de equipamentos, abrimos espaço para pequenos empresários que queriam começar o seu próprio negócio, porém não tinham os recursos necessários para adquirir uma máquina zero”, diz. A missão, a partir de então, passou a ser oferecer equipamentos com poucos anos de uso por um preço acessível, permitindo que o empreendedor adentrasse o mercado.

Em um ano de desafios para a economia brasileira, a Senff oferece o uso do Controle de Frota como solução para organizar as finanças do setor de transportes, possibilitando o controle do abastecimento de frotas e o comportamento dos condutores dos veículos. A solução faz parte do portfólio que a operadora oferece ao segmento corporativo, que responde por cerca de 20% dos negócios da empresa.

Para a Roglio Logística, de Canoas (RS), o Controle de Frota é importante para atingir metas. “Com esta solução aumentamos a produtividade da nossa frota e os custos operacionais foram reduzidos de maneira significativa. Com relação à rede de postos credenciados, podemos afirmar que a mesma atende plenamente às necessidades de nossas operações em todos os estados”, diz Jorge Franz, diretor administrativo da empresa.

Com 100% de máquinas da marca, Mineradora Bodoquena é responsável por mais de 50% do insumo produzido no Mato Grosso do Sul

A Case Construction Equipment faz parte da história da Mineração Bodoquena, localizada em Bela Vista, na região de Bonito, no Mato Grosso do Sul. As máquinas da marca operam em todos os processos de produção de 1,2 milhão de toneladas/ano de calcário agrícola, mais da metade da produção do estado – e com capacidade de chegar a dois milhões de toneladas/ano de acordo com a demanda.

Nova casa no interior de São Paulo amplia atuação do concessionário da New Holland Construction, que também está presente nos estados do Paraná, do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina

Apostando na retomada do crescimento das demandas por serviços qualificados e novos negócios, a Shark Máquinas investiu mais uma vez no interior de São Paulo com a inauguração de nova filial da concessionária em Piracicaba. “Vamos ficar ainda mais bem localizados, na porta de entrada e saída na região, e ainda ampliaremos nosso espaço. O objetivo é atender cada vez melhor os nossos clientes e, claro, conquistar novos em construção e outros nichos de mercado”, explica Vicente Cracasso, diretor comercial da Shark Máquinas.

Fatores econômicos e ambientais vêm mudando sensivelmente a divisão das matrizes energéticas mundiais. A evolução tecnológica possibilitou (e ainda está possibilitando) a geração mais eficiente e com menor impacto, a exemplo das fontes solar e eólica. Lançado em 2004 pelo governo federal o Programa de Incentivo às Fontes Alternativas de Energia Elétrica (Proinfa) nasceu com a intenção de aumentar a geração de energia elétrica por fontes de origem sustentável como eólica, biomassa e pequenas centrais hidrelétricas (PCH). Inicialmente o programa previu a implantação de 144 usinas, o que representa cerca de 3.300 megawatts (MW) de capacidade instalada. Deste total, 1.422 MW viriam de 54 usinas eólicas.

Em pouco mais de três anos o Brasil passou de 22 MW de energia eólica instalada para 414 MW instalados. Hoje, segundo dados da Associação Brasileira de Energia Eólica (ABEEólica) existem 369 usinas eólicas instaladas no Brasil, que respondem por uma capacidade instalada de 9,25 gigawatts. 

Instalada há pouco mais de um ano, a CDR-40, fabricada pela RCO, faz parte dos investimentos de expansão da empresa mato-grossense e deve ser empregada na diversificação de produtos da concreteira

Recém-criada, a Concretto Engenharia, empresa especializada na produção de concreto usinado, tem como foco clientes no entorno de Pontes e Lacerda, cidade mato-grossense onde está sua sede. Esse universo inclui empresas do comércio local e do segmento agropecuário e, principalmente, construtoras da região do Vale do Guaporé. Como se trata de um local onde a demanda por concreto usinado é crescente, a expansão dos negócios é um processo natural para a concreteira, que opera a central dosadora CDR-40, da RCO, a plena carga. A máquina faz parte do pacote de investimentos recentes da Concretto, o qual inclui ainda caminhões betoneiras, carretas silo e basculante e caminhão munck.

Ação faz parte das comemorações das 30 mil unidades do modelo 580 comercializadas no país

A retroescavadeira 580 da Case Construction Equipment está no mercado desde 1968 e se tornou o modelo de máquina de construção mais vendido no Brasil, com 30 mil unidades. Para comemorar esse marco, a Case preparou uma ampla campanha de marketing que abrange campanhas e ações comerciais e de pós-venda. Entre elas está o sorteio de uma unidade da 580N 4x4 cabinada, entre todos os clientes que adquirirem uma retroescavadeira nova da marca no período de 1º de junho de 2016 a 31 de março de 2017.

A região de Kuzbass, na Sibéria, é uma das maiores áreas de mineração de carvão do mundo. Uma das principais empresas do segmento é Kuzbasskaya Toplivnaya Company (KTK), maior produtora de carvão térmico na Sibéria ocidental.

O carvão processado na planta de Kaskad é extraído de uma mina a céu aberto, chamada Vinogradovsky, que tem capacidade instalada total de 11 milhões de toneladas de carvão por ano. O uso de mineração a céu aberto é feito porque o carvão tem baixo índice de cinzas e enxofre e tem um poder calorífico relativamente alto, tornando-o adequado para uso como combustível de usinas nucleares. A planta é a primeira a combinar dois métodos de enriquecimento em um processo de produção integrado, que utiliza separação de meio denso em conjunto com separadores de alta inclinação para o escalpe. Juntos, estes dois métodos ajudam a reduzir a ganga de 50% para 12%, bem como ajustam o teor de cinzas.


short hair wigsreal hair wigshuman hair extensionsreal hair wigsreal hair wigsreal hair wigs cosplay wigs clip in human hair extensions